Remédios para tratar a disfunção da ATM podem causar problemas de saúde!!!

Antiinflamatórios e as disfunções da ATM

Antiinflamatórios e as disfunções da ATM

É muito comum o uso de analgésicos e antiinflamatórios para controlar a dor de cabeça e a dor relacionada à disfunção da ATM. Mas você sabia que os antiinflamatórios de venda livre nas farmácias estão entre os medicamentos que mais produzem efeitos colaterais? Para se ter uma idéia, nos EUA, 13 milhões de americanos consomem antiinflamatórios diariamente e esses medicamentos levam a cerca de 16.500 mortes e 103.000 hospitalizações todo ano por complicações gastrintestinais, renais e doenças ligadas à hipertensão como acidente vascular cerebral e problemas cardíacos!

Os atiinflamatórios não esteróides, ou simplesmente AINES ( como são mais conhecidos no meio odonto-médico ), como a aspirina, o ibuprofeno, o diclofenaco sódico e o potássico, dentre outros, são facilmente encontrados nas farmácias e em muitos casos são de venda livre, ou seja não precisam de receita. Esses medicamentos inibem uma classe de substâncias chamadas prostaglandinas, que estão relacionadas à resposta de dor e inflamação no organismo. Entretanto estas prostaglandinas também participam de muitos processos importantes e vitais para a saúde: elas ajudam na regulação da pressão arterial, participam da coagulação sanguínea, da secreção dos ácidos gástricos, da regulação renal dentre outras coisas. Assim, ao ocorrer a inibição dessas substâncias pelos AINES, não apenas a dor e a inflamação serão afetadas, mas também diversas funções normais serão alteradas!

Dentre os efeitos que o uso constante de AINES podem causar encontramos:

  • pressão alta
  • úlceras ou hemorragia estomacal
  • náusea
  • cólicas
  • constipação
  • hipersensibilidade aos raios solares
  • nervosismo
  • confusão mental
  • sonolência
  • dor de cabeça
  • parto prematuro
  • crises de asma
  • inchaço nos dedos, mãos e pés ligados ao aumento de peso e problemas urinários, que podem indicar um comprometimento cardíaco ou renal (nesse caso é preciso comunicar imediatamente o seu médico!!!)

Quanto maior for a dose e o tempo de uso, maiores serão as chances de ocorrerem alguns desses sintomas acima mencionados. Por outro lado, em períodos curtos de tempo, eles podem ser útil para o alívio temporário da dor.

Considerando que os problemas na ATM tem uma tendência à se tornarem crônicos, principalmente quando se instala uma osteoartrite na articulação, não é muito prudente correr até a farmácia mais próxima e comprar o primeiro AINE que encontrar, pois esse é o primeiro passo para um uso constante desse tipo de remédio. O melhor é buscar um profissional médico  com experiência em tratamento de dores crônicas, ou dentista, especialmente se tiver formação em patologia da ATM, que deverá saber encontrar alternativas mais saudáveis de controle da dor e do estado de saúde de sua ATM.

Em postagens futuras, retornarei ao tema dos antiinflamatórios e a relação de risco e benefício do uso desses medicamentos. Até lá!

Fique esperto e proteja sua saúde!!!



Comentários postados (13)

Só Deus sabe o meu martírio no tocante a ATM (ou DTM). Seja pela perigrinação de quase 03 anos em consultórios médicos para descobrir a causa de tantas dores de cabeça e facias, seja pelas constantes dores musculares e encefálicas enfrentadas até hoje. Primeiramente parabenizo profissionais como o senhor Dr. Marcelo que especializam-se neste misterioso problema e assim trazem alívio e informação aos pobres mortais que sofrem com a ATM. Pois se eu soubesse que sofria de DTM, já teria procurado ajuda há muito tempo e hoje já estaria livre do problema. Só a título de informação ou desabafo, vou descrever o que aconteceu e acontece comigo até hoje, por causa de tal disfunção. Há mais ou menos 05 anos, comecei a sentir fortes dores de cabeça, dor em volta dos olhos e na nuca; como as dores aumentavam procurei um neurocirurgião, que após realizar todos exames, disse que se tratava apenas de uma dor de cabeça tensional. Como doía também ao redor dos meus olhos, fui ao oftalmologista e fiz todos os exames, mas para o meu alívio ou decepção nunca era constatado nada, cumpre salientar que o mesmo se deu com o Otorrinolaringologista. Durante todo esse tempo, fui a vários neuros e oftalmos, oftalmos-rásticos, otorrinos, mas nada era diagnosticado e as dores continuavam. Pensei que estava louca, e que minhas dores eram psicológicas, e assim fui me entupindo de remédios e vez ou outra fazia uma visita a emergência hospitalar, pois, em alguns casos nenhum medicamento aliviava minha dor. Quando já havia me conformado com as “dores imaginativas”, eis que surge a luz no fim do túnel, ao assistir um programa de enternimento americano, ouvi pela primeira vez sobre a ATM, e conforme o médico falava, eu ia me encaixando perfeitamente no diagnóstico. Não tive dúvidas, procurei um especialista e há 02 anos uso aparelho ortodôntico fixo, além de fazer sessões semanais de acupuntura. Só que ultimamente devido aos movimentos do aparelho, tenho sofrido terrivelmente de dores na cabeça, mandíbula e ao fundo dos dentes, o que atrapalha e muito a minha vida profissional. Infelizmente para me livrar de tais dores, tenho abusado diariamente de analgésicos de vários segmentos, o que sem dúvidas me traz diversos efeitos colaterais, tais como azia, queimação no estômago, tontura, náuseas, cólicas e queda de pressão. Meu único consolo neste calvário, é que o meu ortodentista garantiu que assim que consertar a minha oclusão a dor sumirá ou diminuirá consideravelmente, por isso aguento as dores com resignação. Encerrando, peço a Deus que profissionais como o senhor Dr. Marcelo, continuem levando a luz ao fim do túnel a quem já se “acostumou” a viver com dor, pois, se entre os profissionais de saúde houvesse uma interação do assunto, muitas pessoas seriam beneficiadas.

[...] postagens anteriores, descrevi alguns dos principais efeitos colaterais dos AINES (antiinflamatórios não esteróides, como a aspirina, paracetamol, diclofenaco etc) e [...]

Há exatamente 7 anos corro com minha mãe para p. socorro com dores, dores infinitamente terríveis.
Não consigo tratamento, ela tem Disfunção de ATM, e ja não tem vida útil. Me ajudem , preciso de tratamento público para ela !!!!

Neiva, para tratamento gratuito, você precisa procurar uma universidade ou outra instituição de ensino que ofereça atendimento à população.

Atenciosamente,
Marcelo Matos

Bah minha mãe tbm disse que só tem médicos grátis em universidade, pelo S.U.S n tem… e aqui em florianópolis tem que correr atrás pq são muito poucos especialistas…

Dr.Marcelo boa tarde,ha seis anos venho sofrendo muito com dor na mandibula,dor de cabeca ,nos olhos na nuca,pescoço,costas enfim em todo lugar ñ aguento mais tanta dor por favor me ajude o que devo fazer? pois ja usei aparelho ortodontico fixo e hoje uso a placa movel mas sinceramente de nada adianta sinti dor na articulação do lado direito todos os dias sem falhar um se quer e é muita dor mesmo me ajude.moro na bahia.aqui na bahia posso encontrar ajuda na rede publica?

Lene

Tratar um problema na ATM vai muito além de aparelhos ou usar uma placa móvel. Sobre esse tema, sugiro que você leia essas duas postagens aqui:
Tratamento ortodôndico e disfunção da ATM
Plaquinha resolve?

Quanto à sua pergunta:

“(…) aqui na bahia posso encontrar ajuda na rede publica?”

Eu creio que seja possível encontrar, mas certamente será uma abordagem mais paliativa que corretiva. Dê uma lida nessa outra postagem aqui:
Tratamento gratuito para disfunção da ATM: onde encontrar?

Atenciosamente,
Marcelo Matos

Len, me sensibilizo com o seu problema, eu mesmo escrevo esta com lágrimas nos olhos devido a tanta dor que sinto, como você, do lado direito da mandíbula, cervical, dores musculares, enfim todos os lugares do lado direito do corpo até os pés, não tenho paz, ja fiz tratamento na USP no Centro de Tratamento da USP em minha cidade Ribeirão Preto, com psicoterapia em grupo associada à acupuntura, lazer, massagens, placa sob medida ( não acertaram oclusão ) pois tenho dois pre-molares superiores adesivas, que se soltam sempre, foram colocados há 10 anos ( na verdade, se soltaram depois de 1 ano de colocados ) optaram pos adesivas devido a erros na própria USP Odontologia por perfuração de canal, e também na epoca a extração dos dois penultimo e ante penúltimos dentes inferiores também do lado direito para colocação de um aparelho movel com os dentes, para a reposição dos mesmos, e do lado esquerdo inferior igual porém com um dente duplo fixo. Mas tudo foi bem até uns 6 anos atrás quando começcaram as dores, até tratamento com antidepressivos já fiz várias vezes ( parei novamente há uns 4 meses ) com paroxetina ). Não sei mais o que faço, não tenho mais qualidade de vida, e na USP enquanto tratei foi bom, depois tudo voltou novamaente. Socorro….Ajudem-me.

Pessoal, sofro de ATM e até colocar o aparelho ortodôntico as dores eram terríveis.. procurei um especialista e o remédio que ele indicou é o único que aliviou minhas dores… Podem apostar no relaxante muscular MUSCULARE. Espero ter ajudado.

Ellen

Essa medicação deve ser prescrita por um médico ou um dentista, não por indicação de colegas virtuais. Além disso, o que funcionou para você pode não funcionar para outras pessoas e ainda ter efeitos colaterais importantes. Tenho aqui na clínica vários casos de dor “rebote” provocada por abuso de medicação, bem como paciente com intoxicação muscular pelo uso de “relaxantes musculares”.
Assim, fica a dica, saúde não é brinquedo nem loteria, procure um profissional.

Att.,
Marcelo Matos

Amigos também sofro com este problema de ATM há um ano. Já fui há vários médicos com dor de cabeça foi descoberto o problema estou usando a placa estava bem melhor mais fui colocar uma coroa e magoei estar voltando tudo de novo mais eu creio no Deus vivo que ele vai me curar que nao vou fazer cirugia e vou deixar de usar a placa porque o Deus que sirvo é o Deus do impossível.
A paz do Senhor Jesus para todos.

Olá Dr. Marcelo,
Por favor, serei muito grata se ao menos me responder por aqui.
Eu sofri um corte na testa, e por ficar sentindo dores do mesmo lado, fui em vários neurologistas, e então fui diagnosticada com neuralgia. Passei a tomar carbamazepina. Mas, depois comecei com sensação de ouvido tapado e algumas vezes com mal estar, sensação de morrer, sonolência. Em fim descobri depois de ir a otorrino que estava com labiritite. Fiz o tratamento para labiritite. Passei uns 6 meses bem, sem remédios nenhum. Mas há uns 4meses começou tudo novamente. E, já nao sei o que tenho, pois mesmo tomando o remédio para labiritite a dor no ouvido e ao redor, no olho, permanece. E quando falo, fica cansando, puxando o ár. Me canso falando, me canso comendo… E agora um otorrino que fui acha que estou com ATM. O que me deixa aflita é ficar de consultório em consultório. Sem saber o que tenho. Seringue minha vida mudou completamente com essa dor. O que achas que tenho? Achas que tenho ATM por conta de que? Do corte, que tive na testa no qual pegou um nervo? Também extrai 3 dentes, os da mastigação. Por favor me responda. E se souber qual profissional procuro em Recife, me diga por favor. Abraços. Muito obrigado.

Os sintomas que você descreve NÃO são típicos de DTM, nem o corte na testa é fator de causa de DTM. No entanto, caso você tenha realmente problema nas ATM (por outro motivo) pode haver sim um agravamento de sintomas ligados ao labirinto e dores.
Talvez valha a pena procurar um especialista em DTM em Recife, mas infelizmente não conheço um para lhe indicar.

Atenciosamente,
Marcelo Matos

Comente sobre este assunto

Notifique-me sem que eu precise comentar: