Recidivas cirúrgicas, disfunção e patologia da ATM

Cada vez mais me deparo com casos de recidivas cirúrgicas.  Apenas nestas últimas duas semanas foram três casos e, ao longo do ano, foram vários… E o que é pior, não me refiro a recidivas simples, mas recidivas e grande magnitude, com duas ou três cirurgias subseqüentes já realizadas, com quadro clínico avançado de dor crônica, seqüêlas funcionais (limitação da abertura de boca, dificuldade de mastigar, etc) e, principalmente, alterações faciais com repercussão na estética.

Processo degenerativo no condilo com mordida aberta

Processo degenerativo no côndilo com mordida aberta

Normalmente, essas pessoas que me procuram já passaram por cirurgia de reposicionamento dos discos, cir. ortognática ou artrocentese, de modo que irei postar sobre recidiva em cada uma dessas situações cirúrgicas nas próximas postagens.

Mas por quê  essas recidivas ocorrem?

O motivo principal é que não foi realizada uma avaliação patológica da disfunção da ATM e o tratramento acabou sendo planejado em cima de uma seqüela, exemplifico: em um paciente que possui uma reabsorção do côndilo, a mandíbula fica numa posição retruída (mais para trás em relação ao crânio) de modo que sofre um giro sobre os dentes de trás, os molares,  tendo como consequência uma mordida aberta entre os dentes da frente  (ver figura). Se esse paciente for tratado com uma cirurgia ortognática para corrigir o encaixe dos dentes, haverá uma chance muito grande de recidivar!

Se o processo de degenerativo nos côndilos das ATM´s continuarem ativos, a mandíbula continuará a retruir (ir para trás) e conseqüentemente irá recidivar a mordida aberta.

Então o prioritário não é tratar a mordida aberta, mas sim controlar o processo degenerativo condilar e para isso é necessário saber quem está por trás do problema… Uma infecção? Uma doença reumática? Uma alteração auto-imune? O quê???

A cirurgia ortognática pode ser bastante útil nas correções de certos problemas dento-esqueléticos, mas desde que esse problema não esteja relacionado às alterações patológicas da ATM. Estas, necessitam de uma abordagem específica de trtamento da doença e da disfunção.

Em postagens anteriores, escrevi sobre as principais indicações de cirurgia em ATM e se você tiver interesse no assunto, sugiro dar uma lida.

Fique esperto!



Comentários postados (105)

Dr. Marcelo,
Bom dia.

Sinto muitas dores do lado direito do rosot há cerca de seis meses. Após procurar um médico descobri que poderia estar com disfunção da ATM.Isso explicaria as constantes enxaquecas que sinto há muito tempo.
Após realizar uma tomografia foi constatdo que estou sofrendo um processo degenerativo do condilo direito. O médico disse que irá estudar meu caso, porém me adinatou que uma das soluções será realizar um processo de “raspagem” do condilo, que apresenta deformações visíveis(algo parceido com uma bolhas que formaram em volta dele).
Gostaria de obter a sua opnião no que diz respeito as causas desse processo degenerativo. Há como controlar para que não evolua? Temos como descobrir a causa ou não, é algo que ocorre involuntariamente?

Aguardo retorno.
Grata.

Josi.

Josi,
Existem outras opções com maior efetividade que a cirurgia de “raspagem” da ATM.
Quanto à causa do processo degenerativo, cabe ao profissional que te avaliou investigar essas causas, pois há muitas possibilidades, por exemplo: traumatismos, alterações biomecânicas, problemas auto-imunológicos, reumáticos, infecções, dentre outras coisas.
Assim, se for idntificado o fator etiológico (a causa) pode haver uma melhor chance de controlar a evolução do problema e em alguns casos até mesmo regredir.

E sim, há como descobrir a causa em boa parte dos casos e quando não é possível, não quer dizer que não exista e que ocorra “involuntariamente”. Há muitas coisas a serem descobertas ainda, mas sempre tem causa.

Se precisar que eu avalie seu caso ou necessite de uma segunda opinião basta que entre em contato com minha secretária pelo tel.: (71) 3248-4434 ou pelo e-mail: atendimento@marcelomatos.com que ela irá te orientar a respeito de como isto pode ser feito.

Atenciosamente,
Marcelo Matos

Olá,

Sofro há muitos anos de dores na face direita, recentemente foi diagnosticado com uma ressonância magnética que sofro de degeneração do disco articular direito. Já fiz 20 sessões de fisioterapia mas não senti muito melhora, quando não dói sinto dormência. Fui num buco maxilar e ele disse que só cirurgia resolveria o meu problema mas como o pós-operatório é muito complicado ele me recomendou não bater com os dentes superiores nos inferiores e dormir com uma placa de silicone na arcada superior pois tenho bruxismo, aperto muito os dentes tanto a noite como durante o dia, pois sou muito nervosa. Por favor me oriente não tenho mais a quem recorrer.

Olá Maria de Lourdes,

Você escreveu:

Fui num buco maxilar e ele disse que só cirurgia resolveria o meu problema (…)

Infelizmente, na prática não é exatamente assim. A cirurgia tem a mesma probabilidade de dar errado que os outros que você já fez, com um agravante: de todos os procedimentos é o mais invasivo e menos reversível.
Isso acontece porque é preciso saber de onde vem essa “degeneração do disco articular direito” que você citou. A depender do que causou isso, a cirurgia pode nem mesmo estar indicada, assim como evitar encaixar os dentes também não irá resolver por muito tempo, apens irá diminuir a sobrecarga articular por um período.
É importante realizar uma avaliação detalhada, saber, por exemplo, se há alguma alteração sistêmica associada a essa degeneração do disco, verificar o impacto disso na biomecânica articular, fechar o diagnóstico e a partir daí planejar o tratamento.
Sugiro que procure um profissional com experiência em patologia da ATM.

Atenciosamente,
Marcelo Matos

Ola,
preciso de sua ajuda. Fiz cirurgia ortognatica com avanço de mandibula e maxila com protese bilateral. No entanto apos efetuar o exame TC da ATM constatou-se que a protese está fora da “fossa”, dentre outros problemas que ocorreram logo apos a cirurgia : desvio de septo, ma oclusao, assimetria na face e queixo continua retraido (micrognatia classe II).

Recebi a noticia pelo medico q operou que precisa abrir novamente para corrigir o posicionamento da protese. Questionei o que pode ter levado a protese fora do local dentre os outros problemas mencionados e disse que nao sabe exatamente o que ocorreu mas pode ser uma retracao muscular. Isto nao faz sentido para mim. Quais exames conseguimos identificar o porque da recidiva ? Tem algum exame para ver como está a musculatura ? Tenho receio de fazer nova cirurgia e ainda assim continuar com estes problemas se nao vier outros….

Outra pergunta é com relacao a protese : fui informada pelo medico que operou q a protese W LORENS tem terminacao da fossa ? Passei em outro medico e disse que este tipo de protese nao tem a terminacao ? Poderia confirmar ?

obrigada

abcs,

Fabiane

Olá Fabiane

Essa é uma situação bem delicada realmente e a pergunta que você fez: “Quais exames conseguimos identificar o porque da recidiva ? ” é extremamente importante de ser respondida antes de se abrir novamente a articulação.

De um modo geral, para responder essa pergunta é necessário reavaliar todo o caso e isso vai depender dos os exames realizados previamente à cirurgia, especialmente se houver uma ressonância magnética das ATM´s. Também é importante uma reavaliação de toda a anamnese.

De fato, existe exames para avaliar a musculatura, saber como ela está funcionando e os porquês de funcionar bem ou mal, mas isso infelizmente não é normalmente ensinado nos cursos de especialização de cirurgia bucomaxilofacial ou nos cursos de especialização em DTM e Dor Orofacial, o que é uma pena pois resulta em situações como essa que você me descreve. Dentre outros motivos, esse é um dos que levou à criação dos cursos de formação em patologia da ATM, onde ensinamos ao dentista toda uma gama de possibilidades de mensuração do funcionamento do aparelho mastigatório, além de um treinamento em diagnostico da causa da doença articular, bem como as formas tratar de maneira a corrigir tanto a biomecânica quanto a função, reestabelecendo a saúde articular.

Quanto à sua dúvida em relação à protese articular, pela sua pergunta, eu presumo que você quer saber se há algo na prótese que limite o movimento do côndilo para posterior, correto? Bom, eu não sou cirurgião bucomaxilofacial nem trabalho com prótese articular, mas pelas imagens no panfleto on line do próprio fabricante, me parece que a prótese termina diretamente no osso da parede timpânica , veja a figura .
Mesmo que haja um batente ou um ressalto para tentar limitar o movimento condilar, numa situação funcional com muito estresse muscular pode ser que seja insuficiente. Sugiro você entrar em contato diretamente com o fabricante e tirar a dúvida.

Bom é por situações como a sua que você verá, em todo o blog, uma grande ênfase no processo de diagnóstico ANTES de se fazer algum tratamento principalmente os de natureza irreversível. As necessidade de tratamento cirúgico para a ATM são muito específicas, eu em particular, nunca precisei indicar um paciente para cirurgia.

Enfim, casos como o seu só é possível eu emitir uma opinião após uma minuciosa avaliação de toda a extensão do problema e para isso você precisa entrar em contato aqui com a clínica e verificar a possibilidade de agendar uma visita.

Abraço,
Marcelo Matos

Boa tarde Marcelo,
Tenho dores de cabeça, pescoço e costas já faz uns 4 anos…quando as dores começaram meu dentista me mandou procurar um ortodontista para verificar a questão do posicionamento dos meus dentes (tenho a mordida aberta e os dentes debaixo são bem para trás). Já faz quatro anos que estou de aparelho e vou fazer a cirurgia ortognática provavelmente ainda este ano…
Vi que em seus comentários e artigos há sempre a afirmação de que a cirurgia não resolve o problema das dores de atm.
O que posso fazer?
A cirurgia ortognática era necessária de qualquer forma, mas confesso que espero esse dia como quem espera o dia da salvação…não aguento as dores diárias, a falta de ânimo, os enjoos da dor…
O que posso fazer? Quem devo procurar?
Obrigada pela ajuda!
Cris

Olá Cristiane,

Você escreveu:

“Vi que em seus comentários e artigos há sempre a afirmação de que a cirurgia não resolve o problema das dores de atm.
O que posso fazer?”

A cirurgia ortognática (C.O.) é uma excelente ferramenta para corrigir problemas esqueléticos, por exemplo, se um lado da mandíbula é muito maior que o outro, ou há uma discrepância muito grande entre o maxilar superior e o inferior (maxila e mandíbula), muitas vezes a unica forma de corrigir o problema é, realmente, a cirurgia ortognática.
Entretanto esse tipo de cirurgia não corrige o funcionamento da ATM, não remove ou controla a causa do problema e dificilmente apresenta um bom resultado em termos de DOR.
Se você irá fazer a C.O. por motivos relacionado às proporções dos ossos da face (já que você mesma disse que era necessária de qualquer forma) e imagino que seu dentista deve ter motivos bem justificados para o procedimento, então, ok , mas eu não aconselharia você apostar todas as suas fichas numa resolução milagrosa do problema em relação à dor, embora, como na área da saúde as coisas não são matematicamente exatas, pode ser que haja algum caso em que alguém tenha melhorado do problema na ATM após esse tipo de procedimento.

Você já passou por algum profissional especialista em DTM e dor orofacial ou com formação em patologia da ATM?

Atenciosamente,
Marcelo Matos

Oi Marcelo!
Você tem razão…tenho problema nos ossos…minha mandíbula e maxila são discrepantes…não que seja feio,mas me atrapalha até para comer…
Você tem especialistas para me indicar? Moro em Santa Catarina, mas, caso possível, gostaria de saber de algum médico em Joinville-SC ou Curitiba-PR (cidades que conheço melhor).
O que ocorre é que espero muito essa cirurgia, mas por cauda das dores…caso tenha outro caminho, lá estarei eu!
Obrigada!
Cris

Olá Dr. Marcelo,

Tenho um sorriso que aparece a gengiva. Não muito mas é algo que me incomoda. Meu ortodontista recomendou a cirurgia ortognática.

Gostaria de saber quais os riscos associados a essa cirurgia.

Existe a possibilidade (ainda que remota) de, quando alterarem a maxila de lugar, dar algo errado e meu rosto ficar um pouco deformado?

Obrigada.

Daniela

Não existe cirurgia sem riscos. O que você precisa fazer é escolher um bom cirurgião. Um que te passe segurança e que lhe deixe bem claro qual a relação de custo-risco-benefício no seu caso.
Converse com mais de um profissional se precisar.

Boa sorte!
Marcelo Matos

dr Marcelo, se possivel gostaria que enviasse para mim imagens ou video de cirurgia de mandíbula, o caso é que tenho um filho de 9 anos que usa aparelho desde os 6, usava com frequencia mas parece q cansou e não quer usar direitinho e eu gostaria q ele visse essas imagens para conscientizar-se da importancia do uso correto do aparelho e quem sbe evitar uma cirurgia, ele tem o maxilar para frente, mordida cruzada, nestes anos, vi melhora no inicio do tratamento hoje não vejo mais, mas mesmo assim quero q ele continue o tratamento, sei q é para o bem dele. obrigada

Dulcinéia,
Infelizmente não tenho vídeos que possa lhe mandar, mas talvez você encontre no youtube.
Entretanto a melhor forma de resolver essa situação é conversando com seu filho e sua dentista e talvez, também, reavaliar o caso. Algumas vezes a criança se recusa a usar não só pelo fato de não estar consciente da necessidade, mas sim porque a irritação produzida pelo aparelho dentário a induz a isso. Algumas posições mandibulares forçadas podem induzir irritações de certas áreas do sistema nervoso central (cérebro) de modo que intuitivamente evitamos fazê-la. Neste ano, em abril, foi publicado um artigo sobre isso numa das mais conceituadas revistas científicas da área, a revista Cranio: the journal of the craniomandibular practice . Dê uma olhada no link “ Efeitos de desvios mandibulares na atividade cerebral durante o encaixe dos dentes: estudo preliminar com ressonância magnética funcional

Atenciosamente,
Marcelo Matos

Dr marcelo boa tarde, tenho limitaçoes de abertura do maxilar, ja a 8 anos e não consigo nenhum resultado positivo com profissional ,ja usei aparelhos de acrilicos para dormir ,acomputura, relaxamento facial varios outros tratamentos mas sem nenhum resultado ,sinto cansaço facial, travamento da mandibula,tenho abertura de 28mm qndo estou nervosa e tensa essa abertura reduz mais, mais.Não sinto muita dor uso protese,e hoje não encontro um profissional que possa tirar molde de minha boca para um novo aparelho me sinto muito triste com isso, pois nem os poucos dentes que me restam não consigo cuidar por causa da limitação,gostaria de obter algum exercicio que pudesse fazer para destravar esse maxilar ,ja fiz ressonancia e o resultado foi limitaçao de abertura e sempre que meu maxilar se desloca eu sito dor do lado esquerdo conto com sua ajuda, obrigado

Cidinha, quando alguém me relata uma história como a sua, imediatamente me passa na cabeça que algo não foi percebido no decorrer do processo de diagnóstico.
Se não for identificado o que é que justifica o problema em questão, não adiantará ficar tentando múltiplos tratamentos, pois eles ficarão sem uma orientação e um objetivo.
Você perguntou:

“(…)gostaria de obter algum exercicio que pudesse fazer para destravar esse maxilar(…)”

Não há milagres, como eu mencionei, é preciso saber qual é o motivo do problema… é uma lesão nos discos articulares? Nos ligamentos?
São os músculos que não funcionam? Se sim, por quê? Há alguma alteração fora da ATM que explique a limitação dos movimentos? Há alguma doença de base que explique uma alteração no sistema mastigatório? A limitação da abertura de boca que você mencionou e o deslocamento da mandíbula são situações quase contrárias, como se explica isso?

Em resumo, antes de tentar um novo exercício para “destravar o maxilar”, procure um profissional com experiência no assunto e veja o que realmente pode ser pesquisado do seu problema. Evite qualquer oferecimento de tratamento que não tenha uma boa explicação e bons fundamentos na literatura. Converse com seu(s) dentista(s) sobre isso, peça que ele te mostre qual a base científica do que ele(a) estiver oferecendo.

Só invista em algum tratamento quando já estiver realmente clara toda a situação. Se estiver com dúvida, o melhor (mesmo que você já tenha feito isso) é procurar outro profissional, para ter outra opinião.

Boa sorte na sua jornada,
Marcelo Matos

Boa Tarde, Foi diagnosticado que tenho Desvio de Atm no lado direito por um Buco Maxilo, encaminhada ao Cirurgião Dentista tirei 4 dentes do cizo e uso placa noturna de silicone, por 3 meses ficou ótimo não senti nada, e confesso que não usei a placa todas as noites e agora as dores no lado direito estão voltando, numa proporção menor. O que ocorre? muito obrigada.

Namíbia, o organismo não é estático. Muitas reações acontecem ao mesmo tempo, muitas informações são trocadas mesmo sem você perceber. Quando você mastiga, por exemplo, você não precisa pensar que músculo utilizar e como posicionar a mandíbula, os dentes e a lingua… Tudo isso acontece automaticamente, controlado neurofisiologicamente.

Colocar uma placa e esperar que todas essas funções se regulem sozinhas é um tiro no escuro… É ilusão achar que é só usar uma plaquinha e pronto!

Para que ela funcione, muitas coisas precisarão ser analisadas: qual o efeito dela nos músculos? E na mastigação? Como ficam os ciclos mastigatórios? Melhores que antes ou não? E muitas outras perguntas mais…

Dê uma olhada no tópico “Plaquinha Resolve?“.

Atenciosamente,
Marcelo Matos
Qual o efeito

ola tenho dtm e meu medico disse que terei que fazer cirurgia ortognatica
sera que tenho mesmo que fazer?
essa cirurgia é so particular?

Leandro,
Cirurgia ortognática não é tratamento reconhecido para DTM por nenhum das principais organizações de DTM no mundo: AACP – Americn Academy of Craniofacial Pain, AAOP – American Academy of Orofacial Pain, AAPM – American academy of Pain Management, dentre várias outras.
Se você procurar aqui pelo blog, encontrará muitas pessoas relatando que fizeram cirurgia e depois tiveram mais problemas, dê uma olhada no relato dessa internauta aqui

Também há publicação científica a respeito de recidiva do problema, após cirurgia ortognática em paciente com disfunção da ATM, veja neste link. Este foi publicado numa das principais revistas científicas do Brasil.

Quer dizer que cirurgia ortognática não sevrve? Claro que serve! Mas não para tratar DTM. este tipo de cirurgia é muito boa para correção de desproporções esqueléticas da face, mas não trata uma patologia da ATM.

Atenciosamente,
Marcelo Matos

Prezado Doutor,

Gostaria de receber indicação de profissional especialista em ATM em Brasília. Há alguns anos venho lidando com minhas dores somente à base de relaxantes musculares, o que não vem surtindo nenhum efeito nos últimos tempos. Aproximadamente há 15 dias o lado direito da minha face doe ininterruptamente e tenho a sensação que os ossos da face estão se partindo.
Se conhecer um profissional aqui em Brasília e puder me indicar ou pelo menos informar-me o nome da especialidade que devo procurar, se um buco-maxilar ou ortondontista.
Agradeço desde já a atenção.

Olá Francis, em Brasília, você poderia procurar o Dr. Afonso Teatini, o e-mail dele é: afonsoteatini@hotmail.com

Relate esse sintomas que você descreveu aqui, pois provavelmente ele poderá te ajudar.

Boa sorte,
Marcelo Matos

Olá, usei aparelho durante 4 anos, antes do fixo cheguei a usar um no céu da boca para abrir espeçõ para as minhas presas descerem, não cheguei a tirar nenhum dente. Logo depois que tirei o fixo, meu maxilar estralava toda manhã quando eu acordava, até que um dia não estralou e travou, fiquei um ano sem correr atras de dentista, e minha boca abria bem pouco. Esse ano fui atras e refiz toda a minha documentação, com outro dentista. Eu só consego abrir a boca 30m. O dentista me disse que o meu caso é só com cirurgia ortognática, cheguei a usar aquela placa de resina na parte inferior, e agora estou com uma prótese provisória, até eu me consultar com um buco maxilo sobre a cirurgia. Só que estou muito na duvida sobre isso, pois, hoje fui pegar a minha documentação antiga com o dentista que eu coloquei o aparelho e ele me disse que não faria a cirurgia, pois, é uma coisa mais para pessoas que tem o queixo para frente ou então muito para tras, o que realmente não é o meu caso, eu estou com o maxilar travado a um ano ja, e agora cada uma diz uma coisa e eu fico mais na duvida ainda. No encaminhamento o o dentista passou para que eu posso operar esta escrito: “cirurgia ostognática, a paciente apresenta desvio mandibular em oclusão habitual com consequente compressão de zona bilaminar na atm direita e distração de ligamento retro-discal na atm esquerda.” Oque seria tudo isso?? Estou a busca de opiniões, antes de qualquer decisão.

Tatiane,

Existe algumas escolas de disfunção da ATM no Brasil que advogam cirurgias ortognáticas como tratamento de problemas articulares. Entretanto a literatura científica não oferece respaldo para isso, ao passo que há tratamentos não cirúrgicos com resultados muito bons para casos de travamento da mandíbula.

No encaminhamento o o dentista passou para que eu posso operar esta escrito: “cirurgia ostognática, a paciente apresenta desvio mandibular em oclusão habitual com consequente compressão de zona bilaminar na atm direita e distração de ligamento retro-discal na atm esquerda.” Oque seria tudo isso??

Isso é uma descrição dos danos estruturais que a dentista identificou no seu caso, mas o diagnóstico vai muito além disso. Por quê está ocorrendo essa compressão? Por quê o ligamento está nesse estado? Pode ser recuperado? Qual o impacto no funcionamento da mastigação e no equilíbrio muscular? Ou seja, há ainda muitas perguntas a serem respondidas antes de saber exatamente o que você tem.

Estou a busca de opiniões, antes de qualquer decisão.

Isso é o mais certo a fazer. Procure outros profissionais, de preferência um mais conservador e não tão partidário de cirurgia e verifique qual é a opinião dele. Assim você poderá pesar melhor as possibilidades. Pergunte também sobre as bases científicas de cada tratamento que lhe for proposto antes de se submeter a um tratamento irreversível como a cirurgia. Por falar em irreversibilidade, dê uma lida no relato dessa internauta que passou por várias cirurgias e não se deu muito bem: http://blog.marcelomatos.com/quando-a-cirurgia-da-atm-falha/#comment-122

Atenciosamente,
Marcelo Matos

DR MARCELO TENHO DORES DE CABEÇA E NA COLUNA CERVICAL, TODOS OS DIAS, JÁ ESTOU SEM ÂNIMO PARA VIVER.
PASSEI POR VÁRIOS MÉDICOS, ATÉ CHEGAR NUMA ESPECIALISTA EM DOR ORO FACIAL. ELA PEDIU RESSONÂNCIA, RAIO X DOS DENTES E DA COLUNA. TENHO O QUEIXO RETRAIDO E USEI APARELHO NA ADOLESCENCIA PARA COMPENSAR. BEM AGORA ESTOU DE APARELHO PARA FAZER A CIRURGIA ORTOGNATICA, PORQUE USEI A PLACA NÃO SÓ PRA DORMIR USAVA O DIA INTEIRO SEM TIRAR E NÃO RESOLVEU MINHA DOR. POR ISSO TOMEI A DECISÃO DE OPERAR O DR LOBO, NÃO SEI SE O SENHOR CONHECE VEIO AQUI EM CAMPO GRANDE E CONSULTOU OS PACIENTES DO CIRURGIÃO QUE FARÁ A CIRURGIA. DISSE QUE SE NÃO RESOLVESSE A DOR COM A ORTOGNATICA PODERIA SER FEITA A ATM. MAS O BUCO NÃO DÁ CERTEZA DE RESOLVER A DOR. EU TO COM MUITOOOOOO MEDOOOOOOOO. NÃO SEI SE CONTINUO NOS ANALGÉSICOS DIÁRIOS OU ME ARRISCO. POR EXEMPLO SE DEPOIS DA CIRURGIA EU AINDA APERTAR OS DENTES PRINCIPALMENTE A NOITE, EU POSSO CONTINUAR COM A DOR? NÃO SEI PORQUE O QUE PODERIA TER RESULTADO, QUE ERA A PLACA NÃO TEVE.
BOM TE ACHEI AQUI NO CIBER SPACE, E PELO QUE LI A CIRURGIA PODE ATÉ PIORAR.ACHO QUE VOU CONTINUAR ME CHAPANDO.
ABRAÇOS ESPERO SUA RESPOSTA COMO TODOS OS DESESPERADOS DAQUI.

Daniela,

Entendo que esteja desesperada, mas uma coisa é certa: cirurgia não é a melhor opção, não. Isso não sou eu que digo, mas sim a recomendação das principais organizações mundiais que lidam com o tema como a Academia Americana de Dor Cranio Facial – AACP. Aliás, ainda não existe respaldo científico para oferecer qualquer tratamento cirúrgico com fins de solucionar problemas na ATM.

No site do Intituto Nacional Americano de de Pesquisa Dental e Craniofacial que é o orgão que dá diretrizes odontológica ao sistema de saúde púbiblica dos EUA e está conectada à PUBMED que é o maior banco de dados científico do mundo, faz as seguintes considerações (que traduzo abaixo):

Cirurgia

(…) Procedimentos cirúrgicos são controversos, IRREVERSÍVEIS e devem ser evidados sempre que possível. Não há nenhum estudo científico de longa duração que dê suporte à segurança e a eficiência de tratamentos cirúrgicos para as desordens da ATM. Também não há parâmetros científicos que permitam identificar quais pessoas seriam mais prováveis de se beneficiar de uma cirurgia. A falha dos tratamentos conservadores [como as placas oclusais] não torna necessariamente o paciente indicado para uma cirurgia. Se uma cirurgia for recomendada, certifique-se que o profissional tenha explicado para você, em palavras que você tenha compreendido, a razão do tratamento, os riscos envolvidos e outros tipos de tratamentos que podem ser disponibilizados.

Então o que posso dizer é que antes de ir para a cirurgia deve ser feito uma investigação do porquê do tratamento conservador ter falhado, pois a placa em si, não faz milagres, é preciso que tenha como ser mensurados os efeitos que ela produz nos músculos, na mastigação e na cinemática mandibular. Quanto a esse aspecto sugiro uma leitura nesse tópico aqui: Plaquinha resolve?

Bom, por fim, creio que em Campo Grande haja outros profissionais que você possa consultar para ouvir outras opiniões antes de se submeter à cirurgia. No site do conselho há uma lista de dentistas.

Atenciosamente,
Marcelo Matos

Por gentileza gostaria de algumas informações. Tenho mordida cruzada, queixo proeminente além de retração gengival. Por orientação do meu dentista procurei um ortodontista bucomaxilo, que infelizmente me disse que só cirurgia resolverá o meu caso. Fiquei apavorada e realmente não tenho a coragem necessária para enfrentar este evento.Além de tudo tenho 53 anos, acho que regeneração óssea nesta idade é bastante duvidosa. Não sinto nenhum tipo de dor na região facial. Não me importo com a estética e sim com a saúde. Se eu não fizer o que acontecerá? Outras opções?
Desde já agradeço as orientações.

Celma,

Se eu não fizer o que acontecerá?

Eu não conheço o seu caso nem avaliei você pessoalmente, mas de um modo geral, pode-se dizer que ninguém morre de mordida cruzada e prognatismo (o queixo proeminente, que você mencionou). Entretanto, esses problemas podem, eventualmente, ter alguma relação com as vias aéreas superiores, respiração bucal, ronco dentre outras coisas. Mas como eu disse, não sei quais são as condições encontradas pelo seu dentista, além da estética, que justifiquem a proposta.
Portanto o melhor caminho é conversar abertamento com ele a respeito de suas dúvidas, pedir-lhe para explicar quais são os fundamentos científicos do que ele está te propondo, riscos, benefícios e, caso você se sinta segura, dê um voto de confiança e comece o tratamento. Por outro lado, se ainda tiver dúvida procure outros profissionais.

Atenciosamente,
Marcelo Matos

Ola Dr.
Minha prima tem apenas 14 anos e o maxilar dela nao para mais no lugar. Ela esta com uma faixa onstantemente e ele se desloca de 10 a 15 vezes por dia. Ela sente dor. Ela foi ao hospital Penteado SP Zona NOrte e nao sabem o que fazer. Voce ja via algum casa desse e oque ela deve procurar?

Obrigada
Flavia

Flávia,

Sua prima deve procurar um dentista com experiência em patologia da ATM e também um cirurgião buco-maxilo-facial para fazer uma avaliação mais detalhada.

Atenciosamente,
Marcelo Matos

ola Dr.?
eu tenho 20 Noas de idade, e a dois anos venho tendo um problema na articulação da mandibula, a maioria do tempo ela fica estralando, quando mastigo ,falo, e as vezes quando vou dormir acordo no meio da noite com um susto, pois é como se a minha mandibula deslocasse, não sinto dor alguma, mais estou muito preocupada .

Ha mais ou menos 15 anos eu ranquei 2 dentes do fundo da boca, a minha dentista pediu muito para que eu não os tirasse, tratasse deles, e que ao remover esses dentes eu poderia ter problemas na mandibula.
Sera que foi por isso que to tendo esse problema? to muito preocupada, pois morro de medo de cirurgia…
O remedio para esse problema é sempre cirurgia ou varia, como por exemplo colocar aparelho nos dentes para concertar esse problema ?
desde ja obrigada !

Flávia
Você perguntou: “Sera que foi por isso que to tendo esse problema?”

É difícil dizer… Há outras possibilidades também.

Você também perguntou: “O remedio para esse problema é sempre cirurgia ou varia, como por exemplo colocar aparelho nos dentes para concertar esse problema ?”

Nem um nem outro. No entanto há quem recomende cirurgia para a ATM e também aparelhos. Sugiro você procurar um profissional co experiência em patologia da ATM e fazer uma consulta.

Atenciosamente,
Marcelo Matos

olá marcelo..
Já faz uns 5 meses q sinto dores no maxilar,
e as vezes fica meio dormente,
e tbém fico com a boca travada, e ñ consigo abrir,
e encomoda at p/ mastigar…
Oq devo fazer..

Sara

Essa é uma descrição típica de presença uma possível de lesão em certas estruturas internas da ATM. Sugiro você procurar um profissional com experiência em patologia da ATM, para que ele possa proceder uma investigação detalhada do seu caso.

Atenciosamente,
Marcelo Matos

Olá Dr.!

Fiz uma cirurgia ortognática no final de agosto de 2010, pois tinha retrusão da mandíbula, que estava causando síndrome de apnéia. Dormia mal, toda hora acordando com falta de ar. Coloquei aparelho nos dentes para preparar para a cirurgia.
Depois da cirurgia a minha mordida ficou torta. Gostaria de uma opinião sua. Se for o caso até marcar uma consulta contigo, apesar de morar em Brasília.

Elane

A cirurgia ortognática é bem complexa de modo que, eventualmente, esse tipo de coisa pode acontecer. Às vezes ocorre uma dificuldade de posicionar a mandíbula durante o procedimento cirúrgico mesmo tendo tido todos os cuidados no planejamento, outras vezes isso pode ocorrer no pós-tratamento seja na finalização ortodôntica ou por algum problema na ATM (articulação da mandíbula) que tenha passado despercebido e comprometido os resultados.
Enfim, há muitas possibilidades que precisam ser avaliadas pessoalmente e se você estiver disposta a vir a Salvador, basta entrar em contato aqui com a clínica no tel.: (71) 3248-4434 e agendar a sua vinda.

Atenciosamente,
Marcelo Matos

Ola Dr

Sofro com Dor na ATM a 4 anos, já passei por varios buco maxilos e eles insistem em querer operar a maxila sem ao menos investigar as causas dos estalos dores etc.mal pedem exames e ja falam em operação por fora do plano de saude.
E ja vão estipulando preços de 15 a 20 mil reais.
o ultimo que fui disse que o problema do estalo nao tem cura e que ele poderia reposicionar a maxila para que os episodios de dor fossem menores.
Mas ai eu penso,como ele vai fazer essa cirurgia se eu tenho limitação na abertura da boca?será que nao irá prejudicar mais ainda a articulação?
Ele falou que o plano de saude cobre, mas que ele nao vai fazer pelo plano porque o plano vai pagar muito pouco pra ele…

Sera que tem cura? sera que consigo fazer pelo plano ou pelo sus?
Ja tentei ser encaminhada para o sus mas nenhum quer encaminhar porque ja estao interessados em dinheiro…

Se puder me responder agradeço.

Giulia

Se você procura um cirurgião buco maxilo facial, as chances dele te oferecer uma CIRURGIA é 99,999999%, afinal cirurgiões foram treinados para OPERAR!
Entendo sua angústia e digo que o melhor a fazer é procurar um profissional que tenha o interesse em pesquisar seu caso primeiro, pois na área de ATM o principal é o diagnóstico pois caso contrário, os tratamentos tendem a ser paliativos com sintomas retornando em pouco tempo.
Perceba que o que eu quero dizer com o termo diagnóstico é muito mais profundo que simplesmente olhar um exame e dizer “tem tal coisa!” Dê uma olhada no tópico: O que entendemos por diagnóstico em patologia da ATM?

Portanto, sem saber quais são as estruturas danificadas na ATM, a extensão desses danos, as implicações que esses danos produzem na atividade dos músculos mastigatórios e na cinemática mandibular e o que os causou, é extremamente difícil encontrar uma forma de reverter ou controlar o problema.

Além disso, cirurgias de ATM apresentam grande risco de deixar sequelas graves e com mais problemas que tinha antes do procedimento. Veja a quantidade de depoimentos de internautas que tiveram problemas com cirurgias de ATM, especialmente este aqui: depoimento de Marilac

Por fim, sugiro que procure um profissional com experiência em patologia e disfunção da ATM que possa te avaliar e orientar quanto ao seu problema e para lhe ajudar nessa jornada, escrevi um tópico com dicas de como localizar tais profissionais:
Patologia e disfunção da ATM: o que esperar dos profissionais da área?

Atenciosamente,
Marcelo Matos

Ola Dr

Fiquei com duvida mesmo lendo os depoimentos,quero saber o seguinte:

As chances de eu ficar com sequelas na ATM apos uma cirurgia de reposicionamento de mandibula e maxila são altas?

Porque ele terá que manter minha boca aberta durante varias horas, acredito que no maximo 3h…

Segundo ele terei que fazer essa cirurgia porque tenho uma deformidade ossea, a maxila é estreita demais e para tras e a mandibula tem desvio para o lado esquerdo e cresceu bastante para este lado e ainda por cima tenho desgaste dos dentes do lado esquedo e bruxismo, tenho todos os dentes e ja retirei os 4 cisos.

Ele acredita que fazendo a expanção da maxila e esse reposicionamento não irá curar minhas dores na atm e sim diminuir os episodios da dor fazendo com que a atm não fique mais ainda prejudicada pelo fato da mordida estar cruzada.

Inclusive ele me indicou que eu fosse em um fisioterapeuta especializado em atm e que alem de fisioterapia na atm que ele fizesse correção da minha postura pelo fato de eu sentar e andar meio curva o que faz com que esta posição sobrecarregue a atm.

Sinto muitas dores no pescoço acredito que seja nos tendoes porque so de apalpar nota-se pequenos nodulos e quando doe nesta regiao sinto que o estalo fica mais “duro” e fica mais encomodo de mastigar e abrir a boca, a impressao que da é que o disco esta inchado.E quando estou relaxada sem dor no pescoço o estalo fica suave e não sinto dor.

Estou com medo de fazer esta cirurgia ortognatica e ficar pior não me importo se tenho queixo grande sabe, so me importo com a dor que sinto.

Abaixo tem o resultado de um exame que fiz:

ATM ESQUERDA

Na situação de repouso o disco articular encontra-se luxado anteriormente e o condilo articula-se diretamente com a cavidade glenoide.

O Disco apresenta-se reduzido de volume , de contornos irregulares e com alteração intrinseca de sinal, compativel com degeneração.

A sequencia dinamica foi prejudicada pela dificuldade da paciente em abrir a boca.

Na situação da abertura da boca o condilo mandibular praticamente nao se desloca.

Na sequencia coronal, o disco articular encontra-se subluxado medialmente.

ATM DIREITA

O condilo mandibular na situação em repouso encontra-se articulado diretamente com a cavidade glenoide o disco encontra-se luxado anteriormente.

O disco apresenta-se de contornos irregulares e com alteração intrinseca de sinal compativel com degeneração.

A sequencia dinamica foi prejudicada pela impossibilidade do paciente abrir a boca.

Queria saber sua opniao levando em consideração essa deformidade ossea e o resultado desse exame.
Se eu fizer uma cirurgia ortognatica nessas condições eu apresentaria algum quadro de melhora? mesmo que pouca melhora…Só não quero que piore! porque a cruz que carrego desse problema ja é mais do que suficiente! algo pior do que isso não sei se iria suportar.

Não estou atras de cura! e sim de controle,so não quero que meu problema evolua mais por eu tomar uma decisão errada de operar ou por ter ficado sentada sem resolver achando que poderia conviver com isso sem acompanhamento.

A probabilidade de se tornar um problema pior é muito alta?
Sei que sem ver o exame é complicado dizer mas ficaria satisfeita com alguma resposta mesmo que imprecisa.

Tenho medo de fazer a cirurgia e passar aquele tempo todo com a boca aberta e depois ficar com dores na atm porque de alguma forma “esgarçou” algo na musculatura ou sobrecarregou algo na atm.Sera possivel algo assim???

Desculpe a insistencia mas estou com muito medo e esse tipo de coisa quando da errado nao da pra voltar atras.

Aguardo resposta

Giulia

O que posso lhe dizer é que situações como as que você me relata, de sua ATM, requerem tratamento próprio para a artropatia (a doença articular) em questão, que NÃO ENVOLVEM cirurgia. A cirurgia pode ser excelente para corrigir os problemas de tamanho e proporção da mandíbula e da maxila, no entanto não corrige nem trata os problemas próprios da ATM (ainda não há um corpo de evidência científica que dê suporte a abordagem cirúrgica para patologia e disfunção da ATM). Especialmente porque o que você relata é uma parte apenas do problema… O que causou os danos encontrados em sua articulação? Muitas doenças e condições patológicas diferentes levam a esse mesmo resultado e, obviamente, cada uma possui uma forma distinta de tratamento. Por exemplo, se os danos foram causados por uma condição autoimune, operar a mandíbula não irá corrigir em nada a causa e, portanto, o problema irá progredir… Assim, é necessário finalizar o processo de diagnóstico e planejar uma forma de controlar a situação da ATM. Uma vez que isso tenha sido feito, aí sim pode-se fazer a parte de reabilitação (cirurgia ortognática, ortodontia, etc.).

Veja que isso não é apenas uma posição pessoal minha, muitas instituições ratificam o que estou lhe dizendo:
Recomendações internacionais quanto às cirurgias da ATM
Termo do 1º Consenso em Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial.

Enfim, eu não faria uma cirurgia ortognática para tratar um problema na ATM em um filho meu, mas faria esta cirurgia SE o problema da ATM já estiver tratado, controlado e estável e, ainda assim, exista uma necessidade de correção do tamanho da mandíbula ou maxila.

Mais uma vez, sugiro que procure um profissional que não trabalhe com cirurgia e escute a opinião dele, principalmente se for alguém experiente no diagnóstico e tratamento de patologia da ATM.

Atenciosamente,
Marcelo Matos

Ola Dr

O profissional que devo procurar seria um bucomaxilo mesmo ou outro tipo?
Porque é dificil encontrar um buco maxilo que não queira operar!
Já passei por tantos…
Eu moro em Vitória ES não sei se o Sr conhece alguém por aqui ou no Rio Grande do Sul que eu possa ir com segurança.
Se puder me indicar algum profissional eu agradeço.

Fiquei muito feliz com sua resposta,quero me tratar de forma conservadora, porque tenho consciência que uma cirurgia é algo muito agressivo e que nem sempre da certo e não tem volta.

Aguardo resposta

Abraços

Giulia

Procure por um especialista em ATM ou alguém que tenha formação em patologia da ATM.
Conheço Vitória do Espirito Santo, é uma linda cidade! Em seu estado há o Dr. Luiz Antônio da Silva (
E-mail: luiz0507@hotmail.com ). Talvez ele possa ajudar.

Atenciosamente,
Marcelo Matos

Giulia

Apenas para embasar um pouco do que lhe falei, dê uma olhada nesse artigo publicado em 2010 numa das principais revistas científicas de cirurgia bucomaxilofacial, que avalia as publicações a respeito da indicação de cirurgia para tratar disfunção da ATM:
Oral and maxillofacial surgery and chronic painful temporomandibular disorders–a systematic review.

“Conclusion
These apparently contradictory approaches underline a belief that oral surgical trauma or gross malocclusion has a causative role in the onset of TMD. However, there was no overall evidence of a surgical causal etiology or orthognathic therapeutic value. This review emphasizes that it is in the patients’ best interest to carry out prospective appropriately controlled randomized trials to clarify the situation.”

“Conclusão:
Estas abordagens aparentemente contraditórias levam a crer que o trauma da cirúrgia oral ou a má oclusão exagerada tem um papel causal no aparecimento da DTM. No entanto, não há nenhuma evidência contundente de uma etiologia causal cirúrgica ou valor terapêutico da cirurgia ortognática. Esta revisão enfatiza que é, no melhor interesse dos pacientes, realizar novos estudos controlados prospectivos e randomizados para esclarecer a situação.”

Atenciosamente,
Marcelo Matos

Olá dr. Marcelo,

Sinto dor de cabeça há anos e agora elas pioraram. Procurei um neurologista e fiz as ressonâncias do crânio e das articulações têmporo-mandibulares. Na ressonância de crânio, tudo normal. Agora na ressonância das articulações têmporo-mandibulares há a seguinte análise que me chama a atenção:
- Irregularidade da superfície articular e pequenos osteófitos marginais nos côndilos mandibulares, bilateral, sugerindo alteração degenerativa
- Discos articulares com alteração de sinal e contornos irregulares sugerindo alteração degenerativa dos mesmos
- Deslocamento anterior dos discos articulares com a boca fechada, bilateral.
- Discreta redução da excursão dos côndilos mandibulares com a manobra da boca aberta, bilateral.

Estou também ouvindo uns estalos do lado esquerdo quando mastigo. Quem procuro? É grave? Indica algum médico em São Paulo?

abs!

Ellen

O laudo descreve uma série de problemas estruturais que são apenas parte do diagnóstico, pois é preciso saber o que provocou essas lesões e como elas afetam o funcionamento muscular e mastigatório. Você já retornou ao profissional que pediu os exames com os mesmos em mãos? Afinal supõe-se que quem solicitou tais exames deve ter tido, no mínimo, uma base clínica para fazê-lo, assim é importante você retornar para que ele(a) possa concluir o diagnóstico ou encaminhar para algum colega que tenha mais experiência nesta área.

Quanto à sua pergunta, ser grave ou não depende dos demais aspectos que estão envolvidos no seu caso. Por isso e outras coisas mais, é importante retornar ao profissional.

Atenciosamente,
Marcelo Matos

Sim, foi um neurologista que me pediu os exames, mas ele me pediu para ir a um cirurgião buco-maxilar. Só que, lendo aqui os comentários dos colegas, sobre que eles sempre vão pelo caminho da cirurgia, fiquei em dúvida. Usei aparelho quando criança, que acho que pode ser a causa desses problemas estruturais.

Ellen

De um modo geral, os aparelho dentários não mudam muito o curso da disfunção da ATM, no entanto, eventualmente, os dentes e a mandíbula podem ser posicionados de uma maneira estética porém não muito confortável para a ATM, gerando sintomas. Isso é possível avaliar em boa parte dos casos.

Atenciosamente,
Marcelo Matos

Dr.Marcelo, lendo seus posts, muito bons por sinal, fiquei com uma dúvida. No caso como o senhor sempre fala, de uma doença auto-imune que tenha causado a degeneração condilar, e acabou levando a uma luxação discal sem redução ou em outro caso, de artrose “somente”; o tratamento conservador pode controlar a doença, no caso primária. mas e a artrose? não trata? ela não vai continuar lá?
Tenho dtm, e na ressonancia consta inicio de degeneração, não tenho osteófitos tb. Mas se vier a ter, e essa degeneração aumentar, a cirurgia não é indicada, mesmo que para o tratamento da patologia secundária a doença de base?
abrço e parabéns pelo blog!

Daniel

O componente autoimune fragiliza toda a estrutura biológica que acaba por prejudicar o funcionamento articular, que por sua vez fica com a biomecânica alterada (pelas deformações ósseas, lesões do disco, etc.), que consequentemente aumenta o prejuízo funcional, agravando ainda mais a situação, numa espécie de ciclo vicioso. Assim, um processo degenerativo de origem autoimune na articulação é um problema que precisa de duas frentes de atuação: 1) o tratamento conservador neurofisiológico que permita a correção biomecânica, uma vez que otimiza o funcionamento da articulação da mandíbula e 2) o tratamento da doença de base, que pode incluir, por exemplo, o reumatologista, para administrar medicamentos que controlem ou desacelerem avanço da doença autoimune.

Entretanto o “X” da questão está em diagnosticar a doença de base, pois muitas vezes elas não configuram uma doença reumática clássica, de modo que o médico não fecha o diagnóstico reumatológico convencional (ex.: artrite reumatóide, lúpus, etc.), consequentemente não entrando com nenhuma medicação para a doença de base. Em situações assim, o dentista precisa conhecer de investigação patológica da ATM, para saber como proceder para investigar doenças imunogenéticas, que é feito através de mapeamento genético específico, que irão orientar as decisões a serem tomadas.

Por essas e outras que sempre recomendo que procure um dentista com experiência em patologia da ATM, que é um profissional que passou por um longo treinamento em diagnóstico e tratamento das doenças da ATM.

Atenciosamente,
Marcelo Matos

tenho 17 anos e minha mortida é errada a parte de baixo é pra frente e a decima pra traz:| sera que tenho que operar ?

Paula

Algumas vezes essas diferenças entre os arcos dentários precisam e cirurgia e outras não… É por isso que você precisa passar por uma avaliação feita por um dentista que tenha experiência em casos assim. Converse com seu dentista ou peça a ele uma indicação de um profissional com experiência na área de ATM.

Atenciosamente,
Marcelo Matos

Dr. Marcelo, já faz algum tempo que eu sinto um estalo no maxilar depois de fechar uma mordida e quando abro muito a boca, parece que o maxilar se desloca, antes era a todo tempo agora parou mais. Sinto dores de cabeça, no pescoço, tudo isso se resume a um problema só?

Diego, é possível que esteja tudo relacionado ao mesmo problema na ATM… Procure um dentista experiente em diagnóstico de doenças da ATM para te avaliar.

Atenciosamente,
Marcelo Matos

As vezes quando acordava de manha, sentia que meu maxilar estava travado, ai fazia um esforço, escutava um estalo e ele voltava ao normal.Mas agora mesmo que eu force não consigo abrir a boca nem para comer direito.Sei que devo procurar um dentista, mais o que eu posso fazer para voltar ao normal o mais rapido possivel?

Dr,

tenho ATM e fiz uma RM.
Lá dizia que possuo atm em estágio IV do lado direito e descreve esse estágio da seguinte maneira:

Evidente deformidade do disco e formação inicial de osteófitos.
por favor, o que isso significa?
é grave?

Obrigada,
Hanna

Hanna
Isso significa a presença de um processo patológico que deve ser investigado quanto à causa e outras coisas mais como o impacto que isso provoca no funcionamento muscular, mastigação, etc.. Essas informações do laudo são apenas parte do processo de diagnóstico que precisa ser realizado em conjunto com dados clínicos e exames laboratoriais específicos, para que aí sim, seja possível definir o diagnóstico e plano de tratamento.
É importante você retornar ao seu dentista com esse exame e conversar com ele a respeito, bem como tirar todas as suas dúvidas.

Atenciosamente,
Marcelo Matos

meu médico falou q possuo articulaçao de uma mulher de 57 anos! to mto angustiada e triste. sendo ele é mto grave!
mas será tem cura com o tratamento? ou por ser cartilagem e osso não há cura?
meu dentista apenas indicou fisioterapia! resolve?
que tipos de dados clínicos e exames laboratoriais seriam esses?

muio obrigada Doutor Marcelo.
e parabens pelo blog!
ele me traz um pouco de conforto por fornecer conhecimento sobre varias coisas q tenho duvidas a respeito desse trantorno.

Abraços

Hanna

A “cura” depende do que causou o problema e é aí que entram os exames laboratoriais que irão ajudar, por exemplo, a diferenciar uma doença reumática de uma condição imunogenética ou mesmo de uma infecção. De igual maneira, as informações que o dentista deve coletar durante a conversa com o paciente podem dar os indícios a respeito do fator responsável pelo problema na ATM.

Por isso sempre insisto em pesquisar melhor o problema, que é para que o tratamento seja o mais bem planejado possível.

Atenciosamente,

Marcelo Matos

esqueci de comentar: tenho 27 anos.
Abraços

ao ler o seu blog, tbm descobri que tenho crepitações. tudo isso se dá do lado direito.
meu medico falou q se eu evoluir mais 1 estagio (que seria acho q perfuração de disco teria que fazer cirurgia). estou muito assustada.
essa perfuraçãopode vir a acontecer mesmo eu usando a placa e fazendo fisioterapia?
o que eu poderia fazer para resolver esse ruido (crepitações)?

estou pensando em marcar uma consulta com você ate o final do ano. qdo entrar de férias. como faço?
obrigada

Hanna

Há ténicas muito mais eficientes que a cirurgia para tratar os problemas da ATM. Veja que sempre você encontra depoimentos aqui no blog de gente que passou por algum tipo de cirurgia de ATM e não deu certo, como esse comentário que respondi recentemente: http://migre.me/517gY

A crepitação indica que duas superfícies duras estão em contato produzindo atrito. Isso pode acontecer, por exemplo, quando já há contato de osso com osso com danos já acentuados ao disco articular. Existe também a possibilidade do disco está enrijecido devido a uma desidratação e produzir esse mesmo ruído, daí a necessidade de uma avaliação específica dessa situação feita por um profissional. Quanto à sua pergunta: “o que eu poderia fazer para resolver esse ruido (crepitações)?” o que posso dizer é que irá depender de uma investigação do que provocou essa situação, pois varias doenças e condições diferentes podem produzir a crepitação, por exemplo: doenças reumáticas, autoimunes, artroses/artrites traumáticas, dentre outras… Assim, cada caso implicará um tratamento específico de acordo com o diagnóstico.

Bom, se você está pensando em marcar uma consulta aqui comigo em Salvador-BA, no final do ano, basta você ligar para cá e agendar: (71) 3248-4434 ou pelo e-mail contato@marcelomatos.com

Atenciosamente,
Marcelo Matos

vou ver as minhas possibilidades, mas é bem provavél que marcarei a consulta. toda a aminha familia reside em itabuna, na Bahia e me interessei bastante em sua conduta como profissional.

ultimamente tenho ouvido tbm uns barulhinhos como se fosse de cola (parece q ele gruda um pouco e solta) ao mexer um pouco o maxilar. não sei bem explicar, mas isso pode ser avanço da crepitação? o q seria isso?

Voce essa perfuração de disco pode vir a acontecer mesmo eu usando a placa e fazendo fisioterapia?
O que mais vc recomendaria para que a situação não piore e que fique no minimo estavel ate eu poder me consultar contigo?

Obrigada por todo o seu tempo, disposição e ajuda. DTM é grave e é otimo que temos profissionais competes com o vc para nos auxiliar.

Abraços

Olá Hanna

Difícil dizer o que é esses barulhinhos que você menciona sem uma avaliação, exames… Mas, sim, uma crepitação, dependendo do que a casou, pode avançar a despeito de todo o tratamento, mesmo que seja um bom tratamento, pois pode estar relacionada a condições médicas de difícil controle. Mas lembre-se que também pode não ser nada disso que você está pensando. Assim, o melhor realmente é estudar o caso.
Quanto à recomendação, talvez seja o caso de não forçar muito a articulação por enquanto.
Fique à vontade para entrar em contato ou vir a Salvador quando quiser.

Atenciosamente,
Marcelo Matos

Tenho uma SDM na cintura escapular há 3 anos e meio. Já fiz vários tratamentos convencionais e não convencionais sem resultados satisfatórios até então. Como posso saber se tem relação com problemas na ATM? Tem alguns testes que eu possa fazer para descartar esse diagnóstico?

Marcos

Existe alguns testes clínicos que um dentista com experiência em patologia da ATM pode fazer para verificar a correlação entre a dor miofascial da cintura escapular e o estado de saúde/doença da ATM. Há também a necessidade de investigação de problemas próprios da coluna vertebral que podem produzir um quadro de SDM.

Atenciosamente,
Marcelo Matos

ola tenho 14 anos e tenho zumbido e disfunção na atm.Ja fiz varios exames e não acusou nenhum problema.queria saber se o problema da atm causa o zumbido?se não for o que é?me ajudem por favor.obrigada

Barbara

Pode até causar sim, mas não é o mais comum. Se não for ATM, pode ser uma das centenas de possibilidades que a medicina atribiu como causa de zumbido… O melhor é procurar um otoneurologista para estudar seu caso.

Atenciosamente,
Marcelo Matos

Toda vez que abro a boca meu maxilar estrala, oq ue fasso não aguento mas

Tábata, dê uma lida nesses tópicos aqui:
1. Estalos na ATM
2. Tenho estalos na ATM, mas não tenho dor. Devo me preocupar?

Atenciosamente,
Marcelo Matos

Boa Noite , Por favor Marcelo Você poderia me ajudar Fiz uma ressonância Magnética e este é o laudo;

Analise:

Cavidades Glenoides de contornos regulares.

Côndilos mandibulares de morfologia preservada ,com irregularidades corticais de aspecto degenerativo e focos escleróticos que podem estar relacionados ao procedimento cirúrgico pregresso.

Espessamento das capsulas articulares , com pequeno derrame articular bilateral coletado nos recessos anterolaterais.

Discos articulares muito afiliados e de difícil caracterização.

Espessamento da banda posterior da Zona Bilaminar esquerda.

Excursão assimétrica dos côndilos à abertura bucal , sendo satisfatória à direita e reduzida a esquerda .

Já Fiz 3 cirurgias de ATM , e não quero realizar a 4ª sem entender nada. por favor se poder me ajudar , ficarei muito grata.

Atenciosamente

Nubia Helena

Núbia

Essas são alterações estruturais importantes. Como costumo informar aqui no blog, dificilmente cirurgia resolve os problemas próprios da ATM. Infelizmente, o sue caso é mais um aqui no blog.
Se o seu objetivo é melhorar a saúde de sua ATM, não faça uma 4ª cirurgia se não houver um diagnóstico preciso do seu problema e isso implica:

1) identificar as causas das alterações estruturais vistas nesses exame;
2) avaliar o quanto tais danos podem ser revertidos ou não;
3) avaliar o quanto tais problemas afetam o funcionamento muscular, a simetria e a cadência entre os diferentes grupos musculares;
4) avaliar o quanto tais problemas afetam o funcionamento dos ciclos mastigatórios;
5) verificar o quanto os sintomas se relacionam com a situação da ATM;
6) descartar fatores médicos que ossam estar afetando o problema.

Atenciosamente,
Marcelo Matos

Dr. Marcelo, tenho 23 anos estou tendo dificludades pra abrir a boca e masquigar, pois meu maxilar doi e quando abro a boca sinto o osso alto do lado direito. Fui ao um dentista e ele me falou que estou com um desvio grande na mordida… me recomendou usar aprelho odontologico e bater um raio x pra ver o que pode ser… Será que vai ser preciso fazer cirugia? (começei a sentir no inicio desse ano, mais antes ele estralava e faz um mês que parou de estralar , mais o ossso ficou alto doi ao abrir a boca e ao mastigar e fico sentido leves dores como se estivesse dormente) Desde já agradeço!!!

Flaviana

Dê uma lida aqui:
Plaquinha resolve?
Placa miorrelaxante

Att.,
Marcelo Matos

Olá Dr. Marcelo Matos,

Há algum tempo venho sentindo dores de cabeça forte e dor no ouvido, além de uma pressão na cabeça. Para completar há uma semana comecei com labirintite. Em um dos eventos da enxaqueca fui parar no hospital e a médica me disse estar com sintomas de ATM. Fiz uma radiografia panorâmica e uma ATM e o laudo é o seguinte:
Panorâmica:
Dente ausente 38
cristas ósseas alveolares dentro dos padrões de normalidade
pneumatização do seio maxilar: bilateral
dirlaceração radicular 18, 17, 26, 27, 28, 37, 48
extrusão dental 18

ATM:
corticais ósseas alteradas
presença de osteófito na cortical anterior do côndilo – bilateral
aplainamento da parede superior e anterior do côndilo direito
espaços artuculares uniformes
côndilos além do limite articular anterior sugerindo sub-luxação

Fiquei muito preocupada e gostaria que o senhor pudesse me dar uma noção do que eu tenho e qual é o tratamento, pois meu dentista só irá me atender daqui há duas semanas.

Desde já agradeço,

Joana Borges

Joana, no caso do laudo da ATM, há uma descrição de osteófito que é o mesmo que o famoso “bico de papagaio” que também aparece na coluna. Isso é um indicativo de problemas na ATM que podem ou não estar relacionado à sua queixa. Um dentista com treinamento em patologia da ATM poderá lhe ajudar.

At.te,
Marcelo Matos

oi me chamo simone fais 6dias q tenho dores na minha mandibula!e sim eu escutei ela dando um estralo!depois diso nao tive ma cusego por que tenho tido dores de cabeça,costa,uovido !dor na coluna isso e normal:????sim mina arcaria dentaria esta fora do lugar eu sinto meu dentes tronsos!e eles sao perfeitos!tnho tido febre,todos os dias !qrt f.amanha eu erei ao mendico q saib lidar com este assunto!nao durmo mas de tanta dor q sinto!qondo falo qndo com !e ao dormi! gostaria de uma resposta?tenho ATM????? eu sem saber de nada tenho muitas dores mi agundem,por favor!caso tenha q fazer uma sirrugia!com vo pagar!bjs obrigada!PRECISO DE A JUDA!

Simone

Se você escutou um estalo e depois começou a piorar é um forte indício de que ocorreu uma lesão aos ligamentos da articulação que precisam ser avaliados por um especialista. Portanto sugiro que procure um profissional da área de DTM e dor orofacial para verificar isso.

Att.,
Marcelo Matos

[...] exemplo, as reabsorções condilares que resultam em retrognatismo (um encurtamento da mandíbula), recidivas de tratamentos ortodônticos e cirúrgicos, assimetrias e outras coisas. Além disso, a dor costuma [...]

OLá,bom dia,

Gostaria de uma indicação de um especialista em ATM em Vitoria -ES,tenho DTM a 7 anos e não consigo um tratamento eficaz.Gostaria de consultar contigo mais nesse mês nao dar e eu estou com muita dor …

oi dr.me chamo neide coloquei uma ponte dentaria depois de um tempo sinto meu maxcilar dolorido sempre abro a boca,faço movimento na mandibula doi esta muito desconfortavel o que pode ser me ajude.bjs…

Neide, pode ser muitas coisas, dentre elas, a ponte pode estar colocando seus maxilares em uma relação de desconforto. Procure um dentista com treinamento em patologia da ATM.

At.te,
Marcelo Matos

Boa noite Marcelo.
Tenho 35 anos, e desde os 23 estou usando aparelho para tentar corrigir um problema de mordida cruzada.O fato é que meu canino esquerdo foi extraído na infância e tive um deslocamendo da superior para o lado esquerdo, alterando a linha média e puxando a parte superior toda para trás, além da maxila ser um pouco para frente. Meu dentista tentou fazer uma compensação para tentar fugir da cirurgia, mas quando chegou no limite os dentes ficaram se tocando um pouco e então começaram os problemas de ATM.Fiz ressonância e tomografia, e foi constatado deslocamento do disco esquerdo.Fiz uma lavagem para tirar a inflamação e a dor melhorou.Agora terei que fazer a cirurgia ortognática para corrigir a deficiência óssea.Esse meu problema de ATM pode interfirir negativamente na cirurgia?De vez em quando tenho estalidos quando abro muito a boca.A proposta do cirurgião é de fazer uma segmentação na superior com rotação horária e avanço, o que implicará em vários cortes.Têm algum risco neste procedimento?
Muito Obrigado.

Maurício, você perguntou: “Esse meu problema de ATM pode interfirir negativamente na cirurgia?”

Resposta: SIM

A ATM precisa ser tratada ANTES. O que inclusive pode tornar a cirurgia desnecessária ou menor.

At.te,
Marcelo Matos

boa noite
eu tenho a mordida aberta e o queixo um pouco avantajado, desde quando meus dentes nasceram eles não fecha na frente, hoje tenho 27 anos e quero consertar esse problema, um dentista me falou sobre cirurgia buco-maxilar se não me engano, ele disse que cortava o osso e colocava os dentes na posição certa com a mordida fechada e costurava a boca fechada, tinha q ficar com a boca costurada por uma semana só se alimentando de comida liquidas, vc acha que essa cirurgia pode resolver? é mais rápido e melhor do que usar apenas o aparelho? e recomendada para o meu caso? obs, eu não sinto nenhuma dor, e a minha filha q hoje tem 4 anos tem esse mesmo problema se possível aguardo a sua resposta obrigado.

Lúcia, primeiro é necessário saber o porquê dessa mordida aberta, pois existem causas diferentes com necessidades de tratamentos específicos, por exemplo:

- A mordida aberta pode ser por uma alteração de desenvolvimento da dentição em função do uso de chupetas e dedos na infância. Nesses casos, tanto o uso de aparelho como a combinação com cirurgia ortognática são eficientes para resolver o problema.
- A mordida aberta pode ter se desenvolvido devido à respiração bucal e a um posicionamento inadequado da lingua. Nesses casos, é preciso tratar em paralelo as causas da respiração bucal, que pode ser feito junto ao otorrino e/ou fonoaudiólogo.
- A mordida aberta pode ser em função de um problema nas ATM´s e, nesses casos, a ATM precisa ser avaliada e tratada primeiro, para depois resolver a mordida aberta.

Tenha em mente que sentir ou não algum tipo de dor, não é referência para as decisões a serem tomadas conforme os itens que listei acima. O que sim é necessário, é uma avaliação cuidadosa de toda a situação para definir qual é a sua real necessidade, o que pode implicar tanto a possibilidade de tratamentos clínicos com aparelhos diversos, como também a combinação com cirurgia.

Att.,
Marcelo Matos

Olá Dr. Marcelo!
Já passei por 2 cirurgias ortognáticas (uma em 2005 e outra em 2006) e só depois da primeira cirurgia (após ter uma recidiva) foi que meu cirurgião solicitou uma tomografia que revelou uma reabsorção condilar do lado direito. Passei por nova cirurgia (que, pelo o que li no seu blog, não deveria ter feito nunca) que resultou em outra recidiva. Depois desse processo todo, foi feito um ajuste oclusivo para tentar melhorar minha mordida, mas hoje, 6 anos depois, minha mordida está cada vez mais aberta. No entanto, o que mais me preocupa é a reabsorção condilar progressiva e a idéia de um dia precisar de uma prótese. Você mencionou que antes de fazer a cirurgia, deve-se procurar a causa da reabsorção. Então pergunto: quais exames e que tipo de médico poderia fazer esse diagnóstico? Meu cirurgião (considerado um dos melhores de Belo Horizonte) sempre sugeriu que a reabsorção não tinha como ser diagnosticada ou tratada…
Obrigada.

Isabela Alcântara

Você escreveu: “Meu cirurgião (considerado um dos melhores de Belo Horizonte) sempre sugeriu que a reabsorção não tinha como ser diagnosticada ou tratada…”

Essa é uma crença muito comum entre os cirurgiões, que é endossada pelas publicações de algum autores influentes como o Ellis e o Wolford. Foi criado até um termo para isso: reabsorção condilar idiopática, que basicamente quer dizer que não se sabe qual é a causa e portanto é uma doença própria do paciente.
Felizmente, existe uma outra forma de abordar o problema. Atualmente é possível mapear a sua predisposição genética para a reabsorção, bem como realizar estudos específicos para identificar o fator que desencadeou a reação. Além diso, há recursos para avaliar e corrigir o funcionamento, ou seja, a biomecânica, que representa um papel importante no mecanismo de reabsorção.

Você perguntou: ” quais exames (…)? “
Em termos de exames, exitem: mapeamento genético, estudos sorológicos, exames de imagem (mais adequados para essa avaliação que a tomografia, aliás, complementar a esta), estudos funcionais, dentre outras coisas. É preciso que todos esses exames sejam analisados em conjunto com sua história clínica, bem como seu exame físico.

Você perguntou: “(…)e que tipo de médico poderia fazer esse diagnóstico”

Um dentista com formação em PATOLOGIA DA ATM pode fazer esse tipo de avaliação. Infelizmente, em BH eu não conheço ninguém, pois há apenas dois cursos no Brasil que oferecem esse tipo de formação; um em Porto Alegre, com a Dra. Lídia Yavich e outro aqui em Salvador, que é coordenado por mim, e não há ninguém de BH que tenha passado por esses cursos.

Talvez um especialista em DTM e dor orofacial, que você pode encontrar em sua região, possa ajudar em sua avaliação, no entanto a abordagem é diferente da minha e normalmente focada em paliar a dor, não a recuperação da saúde da ATM e reversão do processo patológico.

Talvez você entenda essa diferença de abordagens lendo essa postagem aqui: disfunção vs patologia
ATT.,
Marcelo Matos

fraturei minha mandibula em dois lugares e fui submetido com tratamento conservador não cirugico e depois de dois meses que consolidou eu percebir que meus dentes estavam alinhado mais a mandibula estava com desvio,e depois de um tempo cresceu tipo um calonbo osseo na parte de baixo da mandibula sera tem como melhorar a estetica e se o covenio cobre esse tipo de cirugia

LAHM

É possível que sim, em que cidade você está?

Ola dr Marcelo…Há cerca de 10 anos atras..abri a boca para beber agua e ao tentar fechar n consegui..tive que forçar para conseguir ..foi uma dor insuportavel..de imediato liguei para meu pai(um colega seu ortopedista e anestesiologista) que madou procurar um cirurgiao buco-maxo-facial…Fui ao COT e tive um consulta com especialista na area que informou n ser necessaria a cirurgia,so em caso estetico.Ele esplicou que a mandibula inferior cresceu um pouco(pelo que pesquisei chama-se progmatismo)e n achava necessario cirurgia..Ate hj nunca tive problemas..porem percebi o avanço do chamado progmatismo..hj a diferença da parte inferior( que cresceu alem do esperado) para a superior aumentou so que nao me afeta em nada..Sempre que vou ao dentista me indica a cirurgia e solicita que procure um buco-maxo-facial.Sei que ao procurar tal profissional sera indicado a cirurgia e ai esta a duvida…PORQUE OPERAR SE NÃO ME AFETA EM NADA???Existem casos em que o problema pode piorar???Pergunto pois tenho 32 anos e se tiver que passar por um procedimento desse tipo acredito ser melhor enquanto ainda for jovem….Se possivel gostaria de ter um consulta com vc caso ainda atenda em Salvador..Aguardo resposta com dados para possivel consulta..
Obrigado!!

Marcus, você tem razão, é preciso pensar duas (ou mais) vezes antes de operar, até porquê pode haver alternativas não cirúrgicas. Além disso o prognatismo pode não representar nenhuma ameaça a sua saúde, a não ser um incômodo estético, que pelo que você escreveu, não é o seu caso.

O ponto principal é avaliar o que provocou a situação para saber se é algo com que se preocupar ou não.

E sim, estou em Salvador. Entre em contato com a clínica no tel (71) 3248-4434

Att.,
Marcelo Matos

fiz uma cirurgia ortognatica e agora estou com dificuldade de abrir a boca e fiquei toda deformada meu rosto esta horrivel.foi 1 de setembro de 2012,estou muito nervosa.

Maisa, ainda está recente sua cirurgia… Mantenha o acompanhamento com seu cirurgião e passe todas essas informações para ele.

Att.,
Marcelo Matos

olá Dr. Marcelo!
Achei muito interessante seu blog e em especial esta postagem que fala sobre as recidivas. Infelizmente o índice de recidivas é muito alto, mas já existem cirurgiões bucomaxilo que já contam com o apoio da reabilitação fonoaudiológica para evitá-las. Sou fonoaudióloga em Manaus e atuo na reabilitação de pacientes de cirurgia ortognática desde o pré-operatório. Muitos acham que o profissional que reabilita as funções orais desses pacientes é o fisioterapeuta, mas na verdade o profissional mais indicado é o fonoaudiólogo especialista em Motricidade Orofacial. O fono trabalha as estruturas moles (lábios, língua e bochechas), adequando a sensibilidade,o tônus, a coordenação e estimulando a propriocepção necessária para a adaptação ao novo posicionamento das estruturas. Para isso, músculos mastigatórios podem ser trabalhados isoladamente ou em conjunto através da adequação das funções mastigatória e deglutitória, além da fala e respiração. As dinfunções da ATM também são trabalhadas, pois, para a reabilitação da mastigação são necessários movimentos mandibulares adequados. O fono pode ajudar também no aumento da amplitude da boca, na redução dos edemas, analgesia e diminuição de estalidos. Com esse ajuda, as recidivas acabam sendo muito menores.

Gostei muito de seu blog e agora passarei a acompanhá-lo. Pra mim suas informações serão muito úteis.

Att,

Sabrina

Ola dr Marcelo!

Passei por uma cirurgia ortognatica em dezembro de 2011, fiz mandibula, maxilo, mento e gengiva.Pasei por fisiterapia porem ainda me encontro com a parte do queijo bem dormente e o labio inferior é mas voltado para a esquerda, disnivelamento dos dentes e ate agora minha mastigação não esta correta, estou bastante preucupada poia depois de tudo isso ainda vou ter que passar por uma cirircia de desvio de septo, que me aconteceu por conta da cirurgia ortognatica por favor peso que me de uma ajuda pois eu to ficando com medo e quero saber se tem algum tipo de tratamento para amenizar esta dormencia com uma fisioterapia a leser.
Por favor me ajude

Agradeço a Atenção

Flora

Fora laser, fisioterapia e suplementação com complexo b, os tratamentos para esse tipo de parestesia é muito pouco específico. Infelizmente não tenho boas sugestões que possam ajudar casos como o seu….

Att.,
Marcelo Matos

Oi doutor,meu maxilar Travou 2 vezes ja,a primeira vez colocquei o dente para frente e fiz força destravou,agora estou fazendo isso nao destrava mais,voce tem algum exercicio que eu possa fazer para destravar? Alguma tecnica? estou desesperada!

Thais

Procure um pronto-atendimento…

Oi tenho 27 anos fui até uma fono tinha deglutição atípica e ela constatou que eu tinha problema na atm.fui a um buco ele pediu vários exames e constatou que meu disco tava fora ddi lugar e com um pequeno desgaste.tenho vários sintomas associados a doença dores de cabeça pescoço.na mandíbula tenho dificuldade para abrir a boca a mastigar e meu rosto fica vem inchado no lado do problema.ela falou que tenho que fazer a cirurgia mas too com muito medo será que tem outros métodos menos incisivos

Carol, sim há outros métodos menos invasivos e MAIS EFICIENTES que a cirurgia que, aliás, não é nenhuma garantia de que vá resolver a dor…

At.te,
Marcelo Matos

Olá, poderia me esclarecer uma interpretação por favor? Não sei informar pelo qual motivo comecei a sentir dores no lado esquerdo pela região atm, quando me dei conta estava sentindo dores ao bocejar, ao realizar movimentos de um lado para o outro com o mandíbula ouvindo até estalos, quando abria bem a boca, ao mastigar no lado direito sentia dor no lado esquerdo, mas mastigando no próprio lado esquerdo não sentia. Fiquei entre 1-2 semanas com intensa dor, então fui realizar um RX da ATM e obtiveram a seguinte interpretação no exame:
Discreto aumento da excursão do condilo mandibular esquerdo ao movimento de abertura.
Afilamento do segmento articular deste condilo.
Não se observa outras alterações significativas.
O que seria isso? é grave ? não entendo nada. Talvez eu tenha demorado até realizar o exame e obter o resultado, pois no momento já sinto pouca dor ao realizar as ações citadas anteriormente, mas ainda me preocupo pois tenho medo de ficar com sequelas, boca desalinhada ou qualquer outra consequência. Será que pode ter sido alguma lesão na musculatura ao bocejar ou algo do gênero e agora está se recuperando?
Obs: eu tenho o hábito de mastigar forte, já reclamaram que quando mastigo fico fazendo barulho do choque entre os dentes se batendo, talvez tenha alguma relação. Desculpa qualquer informação ignorante, sou leigo no assunto. Muito obrigado !!

complementando o comentário anterior: me olhando no espelho parece que o lábio esquerdo está mais elevado que o direito, parece uma rampa de pouca inclinação. Faz algum sentido essa observação? condiz com as informações do comentário anterior (essa consequência de estética é possível devido as causas citadas/interpretação do exame)? Se sim, tem alguma possibilidade resolver sem cirurgia? ou pode ser psicológico, o qual nesses momentos pesa muito e interfere na realidade. Muito obrigado e parabéns pelo trabalho.

Rafael, radiografias comuns da ATM só mostram lesões já com alguma magnitude. Se nesse seu já deu para ver um “Afilamento do segmento articular deste condilo.”, conforme você transcreveu, significa que há uma alteração estrutural significativa que precisa ser avaliada por exames mais apropriados e correlacionados com suas características física durante o exame clínico (para responder, por exemplo, a questão da assimetria da boca…).

Sugiro que procure auxílio profissional.

Atenciosamente,
Marcelo Matos

Olá dr Marcelo,
Há mais de dois anos venho sentindo muitas dores de cabeça e no pescoço, cansaço ao mastigar, zumbido no ouvido, tontura, limitação ao abrir a boca, estalos na região quando abro a boca e parece que o meu maxilar tá voltado pro lado esquerdo, já fui em ortodontistas e bucos mais até agora não consegui algo que efetivamente resolvesse, gostaria de saber se o senhor conhece alguém aqui em itabuna interior da bahia que possa me indicar, pois não aguento mais as dores.

Desde já agradeço.

Priscila, infelizmente não conheço profissionais em Itabuna com capacitação para lidar com patologia da ATM…

At.te,
Marcelo Matos

Comente sobre este assunto

Notifique-me sem que eu precise comentar: