Recidivas cirúrgicas, disfunção e patologia da ATM

Cada vez mais me deparo com casos de recidivas cirúrgicas.  Apenas nestas últimas duas semanas foram três casos e, ao longo do ano, foram vários… E o que é pior, não me refiro a recidivas simples, mas recidivas e grande magnitude, com duas ou três cirurgias subseqüentes já realizadas, com quadro clínico avançado de dor crônica, seqüêlas funcionais (limitação da abertura de boca, dificuldade de mastigar, etc) e, principalmente, alterações faciais com repercussão na estética.

Processo degenerativo no condilo com mordida aberta

Processo degenerativo no côndilo com mordida aberta

Normalmente, essas pessoas que me procuram já passaram por cirurgia de reposicionamento dos discos, cir. ortognática ou artrocentese, de modo que irei postar sobre recidiva em cada uma dessas situações cirúrgicas nas próximas postagens.

Mas por quê  essas recidivas ocorrem?

O motivo principal é que não foi realizada uma avaliação patológica da disfunção da ATM e o tratramento acabou sendo planejado em cima de uma seqüela, exemplifico: em um paciente que possui uma reabsorção do côndilo, a mandíbula fica numa posição retruída (mais para trás em relação ao crânio) de modo que sofre um giro sobre os dentes de trás, os molares,  tendo como consequência uma mordida aberta entre os dentes da frente  (ver figura). Se esse paciente for tratado com uma cirurgia ortognática para corrigir o encaixe dos dentes, haverá uma chance muito grande de recidivar!

Se o processo de degenerativo nos côndilos das ATM´s continuarem ativos, a mandíbula continuará a retruir (ir para trás) e conseqüentemente irá recidivar a mordida aberta.

Então o prioritário não é tratar a mordida aberta, mas sim controlar o processo degenerativo condilar e para isso é necessário saber quem está por trás do problema… Uma infecção? Uma doença reumática? Uma alteração auto-imune? O quê???

A cirurgia ortognática pode ser bastante útil nas correções de certos problemas dento-esqueléticos, mas desde que esse problema não esteja relacionado às alterações patológicas da ATM. Estas, necessitam de uma abordagem específica de trtamento da doença e da disfunção.

Em postagens anteriores, escrevi sobre as principais indicações de cirurgia em ATM e se você tiver interesse no assunto, sugiro dar uma lida.

Fique esperto!



Comentários postados (106)

Dr. Marcelo, meu caso é exatamente este descrito pelo senhor.
Sou de Vitória/ES e estou sendo assistida por cirurgião buco-maxilo, ortodontista, otorrino e fono. A minha indicação, até o momento (depois de ter ido a muitos profissionais), é cirúrgica pois estou com reabsorção de côndilo. (sendo que a 15 anos atrás meu problema era de prognatismo). Esses profissionais que estão me assistindo disseram exatamente o que você disse, que não há garantia nessa cirurgia porque pode ser recidiva, etc… Porém fiquei com uma dúvida: qual profissional devo procurar para saber quem é o causador da minha reabsorção???

Agradeço a atenção!

Amanda, teria de ser alguém com treinamento em patologia da ATM. Caso você tenha disponibilidade de vir à Salvador, possivelmente eu possa te ajudar.

Atenciosamente,
Marcelo Matos
Novo site: DTMnuncaMAIS.com.br

Comente sobre este assunto

Notifique-me sem que eu precise comentar: